Por uma Páscoa com mais amor, gratidão e pequenos prazeres

Por uma Páscoa com mais amor, gratidão e pequenos prazeres

77 Flares 77 Flares ×

Desta vez, eu resolvi olhar para a Páscoa com os olhos diferentes, afinal essa é a época da renovação, certo?

Fui buscar minha inspiração nos universos de algumas das nossas oficinas criativas para criar alguns cartões e compartilhar com vocês. Tem cartão inspirado em Amélie Poulain, Frida Kahlo e nas mandalas da Gratidão.

Com Amélie, eu aprendi a importância dos pequenos prazeres. Ao invés de sair devorando seus ovos por aí, que tal curtir cada momento?

3

Esses são alguns dos meus pequenos prazeres na Páscoa: me sentir criança outra vez, desfazer lentamente o laço de fita no meio da noite, abrir a embalagem com cuidado pra não acordar ninguém, sentir aquele cheirinho de chocolate, deixar a boca se encher de água, esperar o chocolate derreter na boca, e, aí sim, comer até me empanturrar. Quais são os seus momentos de prazer nesta data?

Com Frida Kahlo*, aprendi que onde não houver amor, a gente não deve se demorar. Me diz uma coisa, existe alimento mais próximo do amor do que o chocolate? Eu desconheço. Sua doçura nos traz calma, nos faz sentir aconchegados e sorrir à tôa.

1

Quando estamos na companhia das pessoas que amamos todos dias são doces. A Páscoa, pra mim, só faz sentido se for na companhia dessas pessoas e por elas que eu manifesto a minha gratidão hoje.

2

Para baixar os cartões para é só assinar o nosso informativo. Nele, você por dentro das nossas novidades e inspirações. Clique aqui.

Ideias Páscoa

E se você quiser colocar a mão-na-massa pra surpreender ainda mais nesta Páscoa, eu garimpei umas ideias bem legais pra gente, como essa aí de cima. Dá uma olhada!

Uma Páscoa repleta de encantamentos pra você!

 

*Retratação: a frase “Onde não puderes amar, não se demore.” não é de autoria de Frida Kahlo como eu havia afirmado e, sim, de Augusto Branco.

 

77 Flares Twitter 0 Facebook 0 Pin It Share 77 Google+ 0 77 Flares ×

Apaixonada por palavras, cores e formas que provocam “waaus”. Facilitadora de fluxos criativos e encantadora de palavras e imagens. Acredito no poder de transformação pela escrita, pela arte e pelo artesanato.