Desmistisficando a criatividade

Desmistisficando a criatividade

0 Flares 0 Flares ×

Quem vê de longe, pode se enganar. Achar que a criatividade é do tipo rebelde, que trabalha quando quiser, valoriza a sua liberdade acima de tudo e só das as caras quando a inspiração aparecer.

É aí que muitos se enganam. Não é porque ela curte uma brincadeira, se sente bem em ambientes descontraídos, que ela não deve ser levada à sério. A criatividade gosta sim de: disciplina, compromisso, prazos e limites.

 

 

Quando vemos em filmes ou livros alguém tendo um “momento eureka” aparentemente do nada, temos a falsa impressão de que a criatividade atua conforme a sorte ou que ela tem os seus queridinhos pré-selecionados. A verdade é que essas pessoas já tinham iniciado o seu processo criativo, buscando soluções para o problema e se mantendo abertas para as respostas.

Se você quer ter resultados criativos consistentes não existe caminho mágico. As pessoas mais criativas não criam apenas quando tão com vontade ou quando são iluminadas com um lampejo divino de inspiração. Isso não quer dizer também que criar tem que ser algo pesado e difícil, pelo contrário. Porém ter disciplina é tão importante quanto curtir o processo.

Com certeza, algumas das coisas que eu mais me orgulho de ter criado não teria feito se não tivesse me disposto a sentar na cadeira e me colocar em ação para produzir conteúdos todas as semanas. É claro que alguns dias são mais fluídos e inspirados do que os outros. Algumas vezes, surgem desafios internos ou externos que nos tornam o processo mais difícil. Mas, o fato é que sempre que eu me abri para receber a visita da criatividade, ela apareceu. Algumas vezes, ela chegou com um presente nas mãos, outras não querendo muito papo, mas ela veio.

A criatividade gosta, sim, de uma boa dose disciplina.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Pin It Share 0 Google+ 0 0 Flares ×

Apaixonada por palavras, cores e formas que provocam “waaus”. Facilitadora de fluxos criativos e encantadora de palavras e imagens. Acredito no poder de transformação pela escrita, pela arte e pelo artesanato.