Nosso casamento: um dia repleto de amor e cor

Nosso casamento: um dia repleto de amor e cor

15 Flares 15 Flares ×

Desde o começo, a gente já sabia o queríamos e, principalmente, o que não queríamos pro nosso casamento.

A gente não queria ter que fazer coisas simplesmente porque todo mundo faz daquele jeito. A gente não queria um monte de regras e pouca emoção. A gente não queria uma lista gigante de convidados e de obrigações. A gente não queria muita formalidade.

A gente queria que o nosso casamento fosse um dia para celebrar o amor, com simplicidade, leveza criatividade e alegria. A gente queria que cada detalhe ali tivesse a nossa cara e um significado especial. A gente queria se ater ao que fosse essencial. A gente queria poder olhar no olho de cada pessoa ali e saber que ela estava feliz por fazer parte da nossa história. A gente queria que esse fosse um dia lindo e inesquecível. E assim foi!

 


Celebração 

Uma das primeiras coisas que nós definimos foi a celebrante. Eu já conhecia a Izabel Loureiro há muitos anos e sabia que ela conduziria tudo com muito amor e leveza. Ela preparou momentos muito emocionantes, entre eles um ritual baseado nas tradições celtas que envolveu pessoas muito queridas da nossa família.

 

Decoração 

Na decoração, feita pela Auroras Decor, as fitinhas do Senhor do Bonfim trouxeram a benção da Bahia, terra do noivo, pra Minas Gerais.

 

A escolha das cores foi uma das partes que mais curti e participei ativamente: roxo, rosa, laranja e amarelo. Tudo bem quente pra trazer ainda mais alegria pro dia.

 

 

Das garrafinhas aos corações de fita, teve muito DIY em família pra deixar tudo com um toque ainda mais especial.

 

 

Esses noivinhos fofos foram da Major Tom.

 


Tema e identidade visual

 

Como eu trabalho com criação, logo me veio a ideia de criar um tema para o nosso casamento. Mas todos os tema que eu pensava pareciam ser insuficientes pra retratar tudo o que a gente estava sentindo. Foi, então, que eu pensei que o nosso tema seria o próprio AMOR. E aí, me veio a pergunta, afinal, o que é o AMOR? ​Tanto já foi dito sobre o AMOR. Qual a resposta certa? Será que nós teríamos algo a somar? Foi aí que eu me lembrei daquele álbum de figurinha com um casalzinho: Amar é… Lembra? Plim. Me caiu uma ficha que eu não precisava de uma única descrição ou definição, porque o AMOR é assim, múltiplo.

Pensando nisso, decidi criar o tradicional caderno de assinaturas em um álbum de figurinhas, onde os convidados deixaram as suas próprias definições de AMOR. A encadernação foi da Bailaletra.

 

 

A identidade visual do convite, porta alianças, enfeite para mesa e outras peças eu criei a partir de aquarelas que fiz.

 

 

 

Os bastidores que marcaram o caminho da entrada vieram da minha coleção Encantário. E foi dele também que vieram as lembrancinhas: espelhinhos de bolso feitos pela La Pomme.

 

 

 


Fotos 

E quem fez esses registros lindos com muita sensibilidade e carinho foram os fotógrafos Rodrigo Amaral, da Le Bleu, e Marcelo Goes.

 

A maquiagem foi feita pela querida Márcia Damasceno e o meu vestido foi da Tidda.

 

 

Uma das coisas que mais nos marcaram foi perceber como somos abençoados. Foram tantas pessoas queridas nos presenteando de formas tão diversas. A participação ativa da família e dos amigos nos preparativos e no próprio dia do casamento nos deixou sem palavras pra agradecer. Do bolo até o buffet, todas as delícias foram feitas pelas minhas tias. Na hora da música da cerimônia, também pudemos contar com primos e amigos. E assim também foi na hora de criar enfeites, comprar ingredientes até desmontar tudo em meio à chuva que esperou o último segundo de festa pra cair. Tudo isso só tornou esse dia ainda mais especial.

Gratidão a todos que fizeram esse sonho virar realidade.

 

15 Flares Twitter 0 Facebook 0 Pin It Share 15 Google+ 0 15 Flares ×

Apaixonada por palavras, cores e formas que provocam “waaus”. Facilitadora de fluxos criativos e encantadora de palavras e imagens. Acredito no poder de transformação pela escrita, pela arte e pelo artesanato.